(+351) 217 963 583 usi@usi.pt    Contactos

Formação

FORMAÇÃO PROFISSIONAL

O Contexto da Formação Profissional

A formação profissional, integrada no mercado actual – globalizado e exigente, com um fluxo de informação constante e imparável – é um investimento que visa a consecução do desenvolvimento e crescimento social e económico.

Todo o processo formativo constitui uma oportunidade de adaptação permanente e constante, dos trabalhadores, para responder não só aos desafios das organizações e da sociedade mas também à crescente e célere inovação de mercados.

A Formação Profissional caracteriza-se por um conjunto de actividades, programadas e organizadas para proporcionar oportunidades e meios de desenvolvimento e qualificação dos recursos humanos, dotando-os de capacidades transversais às diferentes áreas do saber:

“Saber-fazer, saber-ser e saber-estar”.

O Investimento na Formação Profissional

O investimento em formação deve ser valorizado e envolver a concertação de interesses de diversos agentes sociais, nomeadamente sindicatos, associações e empresas que representam sectores diferenciados da sociedade civil.

O espaço da formação profissional é um campo de trocas de experiências que permite o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais e o convívio para o enriquecimento individual e colectivo.

Os Objectivos da Formação Profissional

Os sistemas de formação desenvolvem-se de acordo com os objectivos definidos nas políticas educacionais e formativas da União Europeia e de Portugal.

Destacam-se os principais:

  • Integrar profissionalmente o trabalhador, e prepará-lo para desempenhar funções de acordo com as suas aptidões e competências adaptadas às exigências do exercício profissional;
  • Facilitar as mudanças organizacionais, quer sejam técnicas, científicas, tecnológicas ou de estrutura, visando também a evolução humanista e os interesses sociais;
  • Incentivar a criatividade, a inovação, o espírito de iniciativa e outras competências transversais;
  • Promover os valores e princípios fundamentais de uma sociedade democrática, justa e humana;
  • Promover a igualdade de oportunidades e combater a desigualdade.

A Formação Profissional no FSI

O Gabinete de Formação do FSI – Fórum dos Sindicatos Independentes, consciente da imperativa necessidade da qualificação dos activos, tem desenvolvido acções de formação, com vista à melhoria da produtividade e da competitividade da economia Portuguesa mas, sobretudo, procurando ir ao encontro da vontade expressa pelos sócios dos Sindicatos afectos à USI União dos Sindicatos Independentes.

Quer para a sua promoção na carreira quer para enriquecimento pessoal, os sócios dos Sindicatos da USI têm procurado, em todas as regiões do País, processos de formação reconhecidos, validados e com certificação de competências.

A Formação Modular Certificada tem a dupla vantagem de permitir aos adultos a consolidação dos conhecimentos teóricos e práticos adquiridos, bem como elevar os seus níveis de habilitação escolar e profissional, contribuindo para a evolução adaptativa das carreiras profissionais.

Desta forma, desde 2008 que o FSI promove Cursos de Formação Modular Certificada, desenvolvendo UFCD’s-Unidades de Formação de Curta Duração (25 ou 50 horas), de acordo com o CNQ-Catálogo Nacional de Qualificações, no âmbito dos respectivos projectos do POPH-Programa Operacional de Potencial Humano, a que se tem candidatado.

De realçar que o volume de formação aprovado pelo POPH, para o FSI, tem aumentado gradualmente sendo que no último projecto, terminado em Junho do corrente ano, o FSI viu as suas candidaturas todas aprovadas, ou seja, na Região Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve.

Foram mais de 1500 Formandos que beneficiaram destas acções!

O FSI vê a Formação Profissional como um processo evolutivo permanente do “saber-fazer” (na função profissional), do “saber-ser” (enquanto pessoa) e o “saber-estar” (como ser integrado numa sociedade) que, quando interiorizados de forma indivisível, se transformam em capacidades efectivas de motivação e adaptação a novos desafios.

O investimento em qualificações é uma via para alcançar uma capacidade de criação de riqueza compatível com os objectivos de crescimento e coesão desejados para a sociedade portuguesa.

O FSI pretende contribuir para o enriquecimento das competências sociais e profissionais dos sócios dos Sindicatos da USI.